Como medir desempenho de um template para melhorar o SEO

O que é Desempenho de um Template

O desempenho de um template e serviço de hospedagem é fundamental para obtermos bons resultados na pesquisa do Google. Quem trabalha com otimização SEO sabe muito bem que o Google visa sempre garantir uma boa experiência aos usuários. Em outras palavras, o Google posiciona páginas nas buscas orgânicas que conseguem satisfazer as necessidades de seus visitantes. Neste artigo é mostrado como você pode fazer uma avaliação do desempenho de um template e aplicar ações corretivas. 

Mas o que venha a ser Experiência do Usuário?

O principal objetivo da existência do site de pesquisa Google é satisfazer os usuários que fazem buscas em seu site. Na visão do buscador, os usuários que realizam as pesquisas são quem mantém a empresa. E de fato é mesmo. Afinal de contas, o que seria do Google se ninguém acessasse para realizar as pesquisas?Pensando nisso, o mecanismo de busca trabalha incessantemente para trazer nas buscas orgânicas as melhores páginas. Páginas estas que tragam uma boa experiência para seus visitantes. Boa experiência poderia definir como:

Boa navegabilidade;

Página de destino sempre acessível;

Tempo de carregamento muito rápido;

Boa Apresentação;

Conteúdo de Qualidade;

Facilidade de encontrar as informações desejadas;

Portabilidade entre diferentes navegadores e tecnologias (computador e dispositivos móveis);

Existem outros fatores que podem causar boa ou má experiência, mas estes são os principais. Analisando estes fatores, a grande maioria deles esta totalmente ligada a seu template.

Como avaliar o desempenho de um template?

Existe uma ferramenta chamada Google PageSpeed Insights que é a mais utilizada para avaliação de critérios Google. Com esta ferramenta você informa uma URL e a mesma faz uma avaliação completa.

Clique neste link e acesse a ferramenta.

Em seguida a ferramenta apresenta um relatório com todos os critérios avaliados e uma nota. Essa nota varia de 0 a 100. Não se preocupe, pois chegar a 100 é quase impossível. Isso pois existem alguns aspectos que não dependem somente de nosso tema. Alguns scripts que utilizados dependem de terceiros, como integração com redes sociais, entre outros. O objetivo é chegar o mais perto possível da nota 100.

Como corrigir os principais problemas de um template?

Dependendo de seu tema, você somente conseguirá corrigir alguns dos problemas apresentados pela ferramenta PageSpeed. Isso porque muitos deles são problemas estruturais e que dificilmente podem ser sanados. Porém existem alguns que tem grande impacto e que podem ser facilmente sanados.

Os principais são:

Aproveitar cache do Navegador

Se usar WordPress, você pode instalar um plugin qualquer para controle de cache. Os mais conhecidos são o W3 Total Cache e o Super Cache. Você pode ainda inserir instruções no .htaccess para gerenciamento de cache. Já no Blogger infelizmente não há como resolver. Eu não conhecia nenhuma solução e também pesquisei em vários lugares que também disseram o mesmo. Este é um ponto importante não só para o Google, mas também para a qualidade de nosso blog. Cache funciona como se fosse uma “memória” de nossas páginas. Quando um visitante carrega pela primeira vez uma página, o navegador faz o “download” de todo o conteúdo e imagens. Isso fica em pastas temporárias no computador do visitante. Se usa cache, quando ele navega para uma segunda página ou volta a visitar seu site, o computador dele busca os arquivos na máquina local ao invés de ter que trafegar todo o conteúdo novamente. Isso poupa muito tempo e é extremamente importante quando pensamos em navegação por celular. Uma vez que normalmente são conexões mais lentas.

Otimizar Imagens

Este é bem simples de resolver. Utilize a relação de imagens que podem ser otimizadas listadas na ferramenta Google PageSpeed. Com uma ferramenta como o Photoshop por exemplo, você pode salva-las novamente gerando arquivos menores.

Ativar Compactação

Este item você resolve junto a seu serviço de hospedagem. Acesse o Cpanel de sua hospedagem e encontre a opção de compactação gzip e ative-a. Quando um visitante tenta acessar uma página, o servidor compacta os dados e envia para o navegador, que descompacta. Isso pouca bastante o tráfego dos dados, melhorando o desempenho. Se a ferramenta esta apresenta esta mensagem, corrija o quanto antes pois é bastante simples.

Compactar HTML e Compactar CSS

Outro item que pode ser compactado é o código HTML e CSS. Basicamente é remover todos espaços e quebras de linha presentes na codificação de uma página. Isso normalmente reduz mais que 10% do tamanho dos arquivos fonte. Se esta usando WordPress, você pode utilizar algum plugin, como o Wp Super Minify que faz isso automaticamente. Se esta usando o Blogger, você pode fazer isso no código-fonte do blog. Porém eu não recomendo neste caso, pois vai dificultar muito a manutenção do código.

Reduzir tempo de resposta do Servidor

Tempo de resposta do servidor é o tempo que demora a partir do momento que o visitante solicitou uma página até o servidor começar a enviá-la. Como o nome diz, é o tempo que o servidor de fato demora para responder. Existem estudos que comprovam que a cada segundo que um site demora para carregar perdemos alto percentual de visitantes. Então, cada segundo a mais que seu servidor demorar você com certeza perderá tráfego. Por conta disso precisamos reduzir ao máximo este tempo. Se você esta no Blogger e esta apresentando este item no relatório, não há o que fazer. Isso pois a hospedagem do Blogger é própria. Se você no WordPress você pode procurar um plano mais adequado ou trocar a hospedagem.

Concluindo:

Devemos dar sempre muita importância para aspectos de nosso tema e também para desempenho. A experiência ao usuário é um dos fatores mais importantes para ranqueamento no Google. Além de nos ajudar com o Google, nos ajudará também em cativar nossos visitantes e fazer com que eles retornem.

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *